Revista Renascer

serem dois
Artigos

É melhor serem dois

Muitas vezes, nos aconselhamos com pessoas e algumas vezes negligenciamos em não buscarmos primeiramente o conselho do Senhor. Um dos conselhos dados por Deus, diz respeito à companhia e à unidade.

O sentido de estar em dupla é a associação de duas pessoas orientadas para o mesmo propósito. No relacionamento conjugal, além das afinidades, deve haver também a compreensão das diferenças de forma consciente e positiva, e não pejorativa, crítica ou competitiva. Uma vez compreendidas e trabalhadas, elas se fundem e geram benefícios para toda família, fluindo paz e assertividade. Vamos agora refletir cada versículo de Eclesiastes 4:9-12:

  • Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. O efeito 2 em 1 traduz, entre outros, força, companheirismo, suporte e cumplicidade. Trabalhando juntos, o benefício, ou seja, o lucro é melhor. Não implica ganharem mais, e sim ganharem em qualidade; pois a moeda não é a de mercado, mas do amor e da doação, do resultado de entrega pelo outro mais do que pelo sustento financeiro apenas.
  • Porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante. Quantas vezes visualizamos obstáculos em nosso relacionamento? Sem dúvida várias vezes! A dualidade do relacionar está no estender a mão. Nos deparamos também com pedras pelo caminho, que derrubam, mas que não causam feridas tão profundas e dolorosas como palavras mal ditas. Como está a comunicação entre vocês? Ela deve ser como o partilhar do pão, um alimento diário para a vida conjugal.

Como é simples a atitude da generosidade, e entre o casal, o levantar um ao outro deve ir além da gentileza, deve ser um instinto de cuidado e proteção mútua, pois cuidando do seu cônjuge, você estará cuidando de si mesmo.

  • Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará? A frieza, a indiferença e o desprezo dilaceram o coração. É como dormir sozinho sem agasalho apropriado em um clima congelante. Infelizmente há casais que em pleno verão, estão vivendo uma verdadeira e longa geada. Desperte! Seja uma fonte de calor! Não foque nas indiferenças, mas saiba que por mais que tenham diferenças, a energia térmica é transmitida de um corpo para outro, motivada pela diferença de temperatura entre si (que pode ser humor, temperamento, personalidade, carga histórica, etc).

Tornem-se aliados! Não percam tempo na frieza. Como é maravilhoso dormir juntinhos, nos aquentar! Mantenha aquecida a proximidade de vocês, onde os dois se tornam apenas um, e desfrutem do que Deus lhes deu: o prazer da intimidade.

  • Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.

Juntos, em unidade de projetos, de pensamento, em concordância com o que é comum à família, aos filhos, às conquistas, às finanças, nós geramos uma força que nos capacita a resistir e prevalecer contra quem quer e o que quer que seja. Temos o privilégio de estarmos ainda mais respaldados com a presença do Espírito de Deus, entrelaçado conosco. Sozinhos seríamos como um único fio simples e fraco, sem resistência e suscetível a arrebentar com facilidade. Mas, a unidade nos dá força para resistirmos às tensões e termos bom êxito.

Queremos compartilhar com vocês uma vivência que retrata muito bem esse tema abordado. Recentemente estávamos pedalando em uma trilha e já na volta, após 30 Km, estava muito cansada e exausta. A chegada não parecia tão próxima do que realmente era, devido também a uma sede de secar os lábios. O sol estava intenso e naquela reta levemente inclinada, pensei que não seria capaz, foi quando disse ao meu esposo: “me ajude!”

Ele, pedalando forte, colocou uma de suas mãos em minhas costas e me impulsionou. Foi muito mais que um empurrão, senti naquele momento como se um motor tivesse sido acoplado em minhas pernas e a disposição em pedalarmos e mantermos juntos a mesma velocidade, me projetou para a chegada com uma força descomunal. Sua doação de força me trouxe tanto contentamento e capacitação, que ao final, o agradeci e disse que eu não conseguiria sem ele, e para minha surpresa ele disse: “quase não fiz força!”

Acredito que psicologicamente fui movida pela doação do seu amor em me auxiliar a concluirmos juntos o que também juntos iniciamos. Pude vivenciar verdadeiramente, e ao frescor do vento desse tema, digo a vocês: é infinitamente melhor serem dois do que um!

É melhor serem dois

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2019 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo