É tempo de se alegrar!

Com alegria, vejo os enfeites natalinos nas ruas da nossa cidade. Isso significa que o ano já está terminando e que esse, em especial, não vai deixar saudade. Que ano foi esse? Foi um ano atípico e com muitas surpresas. Um ano de reflexões, de pensar mais na vida e ter a sensação de que cada dia é para ser bem vivido.

Em 2020, usei pouco a minha agenda, a “prisão” domiciliar, comum para muitos corruptos e bandidos, foi decretada para quase todos, muitos estabelecimentos foram fechados, com toques de recolher, obrigação de uso de máscara, etc. A tristeza e as perdas de entes queridos, amigos, vizinhos e conhecidos passou a ser uma realidade para todos. Quem não perdeu alguém que amava ou conhecia? Um vírus nos mostrou o quanto somos frágeis.

Nesse final de ano a pergunta de muitos é: “valeu a pena viver esse ano de 2020? ” Me permita responder: claro que sim! Sempre vale a pena viver e resistir às intempéries e sobressaltos da vida. Temos em nós o Espírito Santo, e por isso te convido a se alegrar!

Você já parou para pensar que não existe nada melhor do que viver com Cristo? “…portanto não vos entristeçais; porque a alegria do Senhor é a vossa força”.
(
Neemias 8:10).

O apóstolo Paulo aprendeu essa lição de vida. Mesmo sendo açoitado, náufrago, escorraçado, preso, mordido por uma víbora, algemado com a cabeça sob a espada de Roma, mesmo sabendo que os seus dias estavam contados, ele escreveu em uma carta aos filipenses dizendo: “Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos”. (Filipenses 4:4). Paulo coloca no texto a palavra “alegrai-vos”, que é um verbo no imperativo e se traduz em uma ordenança. Dessa forma, ele determina que nós, seguidores e servos do Senhor, sejamos alegres, desfrutando sempre de uma alegria que vêm de dentro, da nossa alma!

O que Paulo quis dizer aos leitores de sua carta, é que pela graça maravilhosa de Deus, precisamos celebrar o nome d’Ele o dia inteiro e em todos os dias! Precisamos nos alegrar com Jesus e deixar bem claro a todos que estamos do lado de Cristo.

Aprendi um segredo que trago comigo: não existe tribulação, sofrimento ou angústia para os que estão em Cristo não possam suportar, pois a nossa alegria está firmada em Cristo. No entanto, precisamos estar atentos, pois existem ladrões desta alegria em nosso dia-a-dia e devemos combatê-los com todas as nossas forças, sabendo que Deus é o nosso refúgio!

Os ladrões da nossa alegria ficam à espreita, como um animal peçonhento, pronto para dar o bote. Muitas vezes, eles aparecem através de pessoas portadoras de amarguras, murmurações e tristeza e que nos causam grandes decepções. Muitas não são felizes e não suportam os que se alegram no Senhor. Para essas pessoas existe somente uma vacina: o perdão, o grande antídoto. Sem o perdão, não teremos saúde física, mental e espiritual. Sem o perdão não podemos adorar a Deus e a nossa alegria é roubada. Sem o perdão, ficamos prisioneiros de nossas mágoas. Ao contrário, quando aprendemos a perdoar, somos libertos e curados, pois o perdão é a expressão do amor de Deus.

Por isso, mesmo em tempos difíceis, não podemos deixar que roubem a nossa alegria. Paulo já sabia e entendia isso, pois buscava a alegria em Deus. Infelizmente, muitas pessoas imaginam que a alegria está no dinheiro, já ouvi muitos com esse pensamento. Ah! Triste ilusão! Já parou para pensar quantos ricos cometem suicídio, ficam deprimidos e se isolam? Dinheiro não é a fonte  da nossa alegria.

Outro ladrão da nossa alegria é a ansiedade. Muitas vezes, as nossas energias são sugadas por ela. A ansiedade não nos permite ser alegres, mesmo estando no Senhor. A murmuração também é outro elemento que nos rouba a alegria. Aqueles que vivem murmurando não têm tempo para se alegrar, pois a alegria vem de coisas simples, como um sorriso ou um abraço.

Assim, digo e afirmo: é tempo de se alegrar! Vamos nos alegrar nestes dias de pandemia, pois tudo passa, guerras, lutas, decepções, doenças, tudo têm um prazo de validade. A alegria está em Deus e na simplicidade da vida.

Esse ano está chegando ao fim, não teremos saudade, mas precisamos estar fortes para que um dia saibamos contar a história do ano de 2020.

Vamos olhar a vida na perspectiva de Deus!

Vamos celebrar, pois somos felizes com Cristo Jesus, o nosso Salvador!

Pr. Ubirajara Condeixa

Pr. Ubirajara Condeixa

http://[email protected]

Graduado em História e Teologia. Pós- graduado em Missiologia e Arqueologia. Missionário com os índios Guajajara no Maranhão por 5 anos. Pastor e Capelão. E-mail: [email protected] / Fones: (62) 3202.4968 / (62) 98146.1625 / (62) 99341.3098

Você também vai gostar de ver