Revista Renascer

orquestra
Entrevistas

Entrevista com a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás

Fundada em 2001, a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás oferece a jovens e adolescentes a oportunidade de se profissionalizar através do contato direto com o universo da música sinfônica. A orquestra realiza cerca de trinta concertos anuais em Goiânia e região metropolitana, além de apresentações em importantes salas de espetáculos em outros estados e países, concertos especiais com maestros convidados e a participação em projetos culturais. Nesse ano de 2019, a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás fez uma linda apresentação na Igreja Batista Renascer, em comemoração ao aniversário de 20 anos da igreja. Confira a entrevista exclusiva que o maestro Eliel Ferreira concedeu para a Revista Renascer:

  • Sabemos que a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás é uma das mais conceituadas associações culturais do Estado de Goiás. Qual é o principal objetivo da orquestra hoje?

O principal objetivo da Orquestra Sinfônica é oportunizar o acesso à música e ao estudo da música como arte. Fazemos um trabalho duplo: primeiro, proporcionamos condições para quem tem o sonho de ser musicista e estudar algum instrumento. Oferecemos para essas pessoas um ambiente, professores e ensinamentos para desenvolverem o talento. A segunda finalidade é levar a música ao máximo de pessoas possível. Nós temos o projeto “Música em todos os cantos de Goiás”, onde levamos a música para escolas, igrejas e hospitais. Acreditamos no poder da música e na sua força transformadora.

  • Onde a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás já se apresentou?

Nós já nos apresentamos na Espanha, Venezuela, Alemanha, China e estamos com uma turnê para o ano de 2020. Em comemoração aos 20 anos da Orquestra, fomos convidados para tocar na sala da Filarmônica de Berlim.

  • Como é realizada a seleção para o ingresso na Orquestra?

A seleção é realizada através de audições semestrais que ocorrem no Itego Artes Basileu França, onde abriga a Orquestra e também os grupos Sinfônicos que a compõe (Coro Sinfônico Jovem, Banda Sinfônica Jovem, Orquestras Infantis, etc.).

  • Sabemos que a existência de orquestras está diretamente associada à evolução sociocultural dos países. Vocês acreditam que há esse incentivo no Brasil?

Sim, principalmente no Estado de Goiás, que ao lado do Estado de São Paulo, são os mais pujantes em questão de cultura e música orquestral. Nós temos redes Estaduais e Municipais de Orquestras Jovens de referência!

  • Como ficamos informados sobre os dias e locais das apresentações?

Através do Instagram da Orquestra Sinfônica de Goiás, do Facebook e pelo site: www.basileufranca.com.br .

  • Deixe um recado para os leitores da Revista Renascer:

Eu gostaria de agradecer a todos vocês pela oportunidade e pelo acolhimento. Espero vocês nos próximos concertos, no Teatro Basileu e onde a Orquestra estiver. Um abraço!

 

Entrevista com a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2019 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo