Revista Renascer Versão Digital

temor do Senhor
Hombridade

O temor do Senhor na construção do caráter

Falar de caráter é algo muito sério, porque diz respeito a todas as pessoas, sejam elas cristãs ou não. O caráter, bom ou mal, é a expressão daquilo que somos e está impresso em nossas atitudes, hábitos, relacionamentos, enfim em tudo que somos ou fazemos. Nosso caráter é como um cartão de visitas, que nos apresenta diante de toda a sociedade, principalmente diante da nossa família.

Sou filho de uma família católica apostólica praticante. Recebi dos meus pais muito amor em uma criação que me indicava o caminho para um caráter honrado. Contudo, demorei a compreender todos os ensinamentos que recebi e somente com a vida de Cristo em mim, é que pude assimilar o que aprendi na infância e desenvolver um verdadeiro caráter cristão.

Cristo em minha vida fez toda a diferença. Não sou um santo, totalmente livre do pecado, mas tenho forças para desenvolver um estilo de vida que insiste em imitá-Lo, criando hábitos diários que me tornam mais próximo d’Ele.

“Porque d’Ele, por Ele e para Ele, são todas as coisas”. (Romanos 11:36).

Quero direcionar esta reflexão especialmente aos homens (esposos, jovens, avós, pais), que, como eu, podem estar sofrendo com questões relacionadas ao caráter vinculado ao passado. Não é fácil, mas em todas as coisas o Espírito Santo nos auxilia em nossas fraquezas, intercedendo por nós e nos orientando, segundo nossas petições (Romanos 8:26). A construção de um caráter cristão é um processo, um exercício diário e contínuo, que exige decisão e fé.

Sinto uma imensa tristeza ao saber que muitos de nossos irmãos, que conhecem Cristo e que foram chamados para ser sal e luz na terra (Mateus 5: 13-14), tem tido seu caráter reprovado pela sociedade e por Deus, dentro e fora da igreja. Lamentavelmente, temos visto diminuir significativamente a diferença entre aquele que crê e o que não crê. Infelizmente, muitas vezes, temos visto um caráter melhor entre ímpios, do que entre os cristãos.

Em Gálatas 5: 16-17 o Senhor nos instrui: “Vivam pelo Espírito e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o contrário ao Espírito, e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam”.

Todos nascemos com a natureza de Adão, somos de natureza caída e apesar de alguns conseguirem ter o caráter mais forjado que outros, sem a recriação pelo espírito de Deus, pouco podemos fazer. Somente em Jesus seremos nova criatura, embora todos tenhamos a nossa responsabilidade na jornada com Cristo.

Assim, refletindo e questionando não somente a vocês, mas primeiro a mim mesmo, pergunto: será que estamos perseverando na construção do nosso caráter cristão? Como está nosso cartão de visitas? O que as pessoas fora e dentro da igreja pensam de nós? E nossa família, aqueles que nos conhecem intimamente, se pudessem falar abertamente a nosso respeito, o que diriam?

Como disse o apóstolo Paulo em Romanos 12:2 – “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”.

Se estamos de fato convertidos, o padrão do mundo não pode mais habitar livremente em nós. Ainda que estejamos em processo de santificação, por causa do temor, precisamos vigiar, orar e nos posicionar dia após dia (Mateus 26:41), pois dessa forma, crescemos em graça, sabedoria e estatura diante de Deus e dos homens (Lucas 2:52).

Como natureza caída que também tenho, sei que a batalha é diária e que construir hábitos santos vai contra muito do que nos é oferecido neste mundo. Realmente, o mundo jaz no maligno (1 João 5:19), e por todos os lados a nossa fé é afrontada e o nosso caráter é testado. Estamos cercados por imoralidades e ideologias que tentam naturalizar o pecado de forma sutil, e que nos pegam despercebidos. Além disso, a corrupção, as desigualdades sociais, as catástrofes e tantos outros eventos nos levam a fraquejar.

Não somos perfeitos, e é preciso muito caráter para confessar que estamos fracos e precisamos de ajuda (Tiago 5:16), que nossos ouvidos não estão sintonizados com a voz do Espírito, e que precisamos mudar de rota. Mesmos que sejamos assíduos frequentadores da igreja, excelentes pregadores e ainda que oremos como ninguém, se o nosso caráter não imita o de Cristo, tudo será em vão.

Em 1 Coríntios 6:12, o Senhor nos adverte que “Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine”. Isto nos ensina que a liberdade em Cristo é diferente do mundo, e por isso precisamos de discernimento e sabedoria para tomarmos nossas decisões e construirmos nossos hábitos. Entenda que as coisas de Deus são para nosso bem, e jamais nos escravizam, pois, toda escravidão vem de satanás, através do pecado e do domínio da nossa mente.

Um caráter forjado em Cristo tem temor e busca por sabedoria. (Tiago 1:5, Provérbios 9:10-12).

Meus irmãos e leitores, gostaria de constrangê-los a buscar em Cristo esse temor a Deus através do Espírito Santo que habita em nós, quebrantando nossos ouvidos espirituais, tornando-os mais sensíveis à voz de Deus. Creio que através da Sua palavra, que é viva e eficaz, Ele nos capacitará ao hábito diário da prática do caráter de Cristo, mortificando os desejos e costumes da nossa carne fragilizada pelo pecado, dando a nós as vitórias nos embates que travamos todos os dias.

Abaixo listo alguns versículos que podem ajudá-lo com o seu devocional e na construção do caráter cristão. Esses textos me acompanham na caminhada cristã e oro a Deus para que sejam benção em sua vida também. Veja:

  1. Peça ajuda: Tiago 5:16 – Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz.
  2. Clame ao Espírito Santo: Romanos 8:26 – Da mesma forma o Espírito Santo nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.
  3. Viva em santidade: Gálatas 5:16 – Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne.
  4. Cuidado: 1 Coríntios 6:12 – Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada domine.
  5. Peça sabedoria: Tiago 1: 5 – Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.
  6. Resista: Mateus 26:41 – Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca.
  7. Lembre-se da sua missão: Mateus 5:13-14 – Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens. Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte.
  8. Invista na nova vida: Romanos 12:2 –  Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Termino este texto grato a Deus que me deu a oportunidade de estar com os irmãos compartilhando dos mesmos temores que todos temos em nossas mentes, e que Deus, nosso Pai, Cristo nosso justificador e o Espírito Santo nosso consolador, nos fortaleça nos dias que virão. Amém!

O temor do Senhor na construção do caráter

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2020 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo