Vivendo na expectativa

Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus; creiam também em mim. Na casa de meu Pai há muitos aposentos; se não fosse assim, eu teria dito a vocês. Vou preparar lugar para vocês. E, quando eu for e preparar lugar, voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver”. (João 14:1-3).

À medida que o mundo avança através de eras de transformações e desafios, um tema central permanece imutável na fé cristã: a expectativa da volta de Jesus Cristo. A segunda vinda de Cristo não é apenas uma expectativa vaga, ela representa a certeza de que, no fim, a justiça prevalecerá, as lágrimas serão enxugadas e a paz reinará.

Isadora Lagares, membro do ministério Unidos da IBR, observa que os sinais da segunda volta de Cristo estão se tornando cada vez mais evidentes. “Ao ver as notícias e as mudanças climáticas atuais, sinto que a volta de Jesus está próxima. Não tenho medo, mas sim receio do desconhecido. Fico em paz sabendo que Ele está a caminho”, diz Isadora.

Marcos Hipólito, pastor do Ministério Infantil, expressa alegria por saber que há um lugar reservado no céu. “Apesar das adversidades, o desafio é permanecer firme. Por isso, devemos sempre focar no Senhor”, ele acrescenta.

Marcelo Martins, presbítero, acredita que a esperança na segunda vinda de Cristo nos inspira a mudar de atitude e ter mais compaixão pelo próximo. “Ao nos tornarmos novas criaturas, aprendemos a ser melhores e tratar bem as pessoas. Espalhar o Evangelho é um dos nossos propósitos enquanto aguardamos a segunda vinda”, afirma Marcelo.

Mauro Silva, membro e diácono da Igreja Batista Renascer, enfrenta as adversidades diárias com fé e apego às Escrituras. “A vida cristã é desafiadora. Todos os dias enfrentamos um leão, mas sabemos que Cristo venceu o mundo e nos deixou o Espírito Santo como consolador. Minha esperança é como a de Jó, pois eu sei que o meu Redentor vive”, diz ele.

Raquel Cândida, pastora da mesma igreja, reforça sua esperança ao lembrar que nossa verdadeira morada não é na Terra. “Apesar dos acontecimentos horríveis que testemunhamos, devemos lembrar que estamos de passagem neste mundo. Acreditamos que venceremos não por nossa força, mas com Cristo Jesus”, ela explica.

Como filhos de Deus, compartilhamos um fato inegável: Ele está voltando! Portanto, é essencial entender que a segunda vinda de Cristo não é o fim, mas o início de uma eternidade onde todas as coisas serão restauradas. Que essa esperança console nossos corações em meio às tribulações e inspire ações que reflitam a luz da graça que aguardamos com expectativa.

Mariana Guimaraes

Você também vai gostar de ver

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x