Revista Renascer

oração
Palavras Pastorais

As armas do cristão

Nós cristãos, vivemos em constante guerra. Todos nós, de alguma forma, experimentamos tempos difíceis com inúmeros conflitos emocionais, sentimentais, relacionais, além da luta constante contra o pecado. É por esse motivo que precisamos nos revestir da armadura de Deus com autoridade, força, ânimo e persistência.

Neste texto, quero descrever sobre as principais armas do cristão, baseado em Efésios. Este estudo te ajudará a superar cada frustação, medo ou até mesmo pecado que insiste em permanecer em sua vida. Veja o que a Palavra de Deus nos diz:

 “No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.
Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.
Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.
Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.
Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça;
E calçados os pés na preparação do evangelho da paz;
Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno

Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;
Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos”. (Efésios 6:10-18)
Todos nós já assistimos os filmes de super-heróis da Marvel. Cada um já teve vontade de ser um deles. Eu mesmo gostava muito do Homem-Aranha. Essa vontade de ser um super-herói ou de ter algum poder é típico dos seres humanos. Quando uma criança ou até mesmo um adulto assiste a um mágico, eles ficam deslumbrados, pois são atraídos pelo poder e pelo sobrenatural.

Somos seres humanos normais, mas também podemos ter características sobrenaturais, nos diferenciando de tudo que existe no mundo. O que devemos fazer? Ler e consultar a Palavra de Deus diariamente.

Através deste texto de Efésios, Paulo nos mostra que as armas estão à nossa disposição gratuitamente, porém não as usamos e nem tão pouco as valorizamos como deveríamos, e isso nos leva a inúmeros fracassos em meio às guerras.

Muitas vezes usamos as armas erradas, que qualquer pessoa usaria em várias situações, como por exemplo: a força física, a habilidade na palavra, o conhecimento, a inteligência própria, entre outras. Paulo deixa claro que a nossa luta não é contra carne e sangue, mas sim contra as potestades e forças do mundo sobrenatural.

Muitos de nós relaxamos quanto ao uso da Bíblia para nos instruir. Não são poucas as pessoas que estabelecem um propósito de leitura completa da Bíblia no início do ano, mas, infelizmente, no meio da leitura desistem. Como usaremos as armas que estão à nossa disposição se as desconhecemos? Vejamos quais são elas:

  1. Verdade (v. 14a)

A verdade mantém a coesão de tudo e refere-se à integridade do cristão. Como um homem cristão pode não usar a verdade como linguagem diária em sua vida, em seus relacionamentos? A verdade é uma arma que sara e cura. Quem fala sempre a verdade não precisa se esforçar para lembrar o que falou para poder sustentar a sua história, ao contrário dos mentirosos.

Por que muitos relacionamentos chegam ao fim? Porque muitos casamentos acabam? Porque falta a verdade. A verdade liberta (João 8:32 – “E conhecereis a verdade, e a verdade os libertará”). Portanto, doa a quem doer, você deve sempre falar a verdade.

  1. Couraça da justiça (v. 14b)

A justiça praticada pelo cristão protege o coração dos ataques satânicos. Praticamente todos os 150 Salmos falam sobre justiça. O Salmo 89:14 diz: “Justiça e juízo são a base do teu trono; misericórdia e verdade irão adiante do teu rosto.” Portanto, de justiça é constituído o trono de Deus.

Vivemos em um mundo injusto, com uma sociedade hipócrita e um governo arbitrário.  Por isso, nossos relacionamentos precisam pautar-se pela justiça. A justiça praticada por nós nos protege.  Por isso, dentro das nossas possibilidades, temos que fazer o melhor e não nos deixar contaminar pela injustiça que há neste mundo.

  1. Evangelho da paz (v. 15)

O Evangelho dá apoio e sustentabilidade aos nossos pés e à nossa vida. O Evangelho é o maior apaziguador social. Nada gera tanta paz em nossa sociedade quanto o Evangelho. Por quê? Simples. Porque o Evangelho nos ensina a pedir perdão, a perdoar, nos orienta que o próximo tem mais valor do que nós mesmos e nos ajuda a honrar as pessoas. Precisamos querer melhorar e não ser melhor que os outros.

O Evangelho da paz é um gerador de esperança, e faz com que a nossa alma se mantenha acesa. O Evangelho da paz é um resgatador de dignidade, capaz de libertar as pessoas do pecado, colocando-as em lugares altos. Por fim, o Evangelho da paz é um restaurador de relacionamentos, com poder para restaurar os vínculos e promover a paz dentro do lar e das relações.

  1. Escudo da fé (v. 16)

A fé é uma arma poderosa. A razão pode chegar até um certo ponto, mas a fé não tem limites. A fé é trazer Deus para sua realidade. Não viver pela fé nos faz viver a maldição que Deus fala em Gênesis 3:19: “do suor do teu rosto comerás o teu pão”. Isto é bom, porém esgota, e é cansativo. Quem tem fé vive o que Salomão escreve em Provérbios 10:22: “A bênção do Senhor é que enriquece; e não traz consigo dores. ”

  1. Capacete da salvação (v.17a)

O capacete protege a nossa mente de pensamentos malignos. Se estivermos desprotegidos, nos conformaremos com as mentiras que o inimigo coloca em nossas mentes e acabamos no caminho da perdição. Por isso precisamos do capacete da salvação, para bloquear as mentiras do inimigo.  O que você diz às outras pessoas não muda a sua vida, mas sim o que você diz a si mesmo. Repreenda, anule e cancele as palavras do diabo em sua mente.

  1. Espada do espírito (v. 17b)

A espada descrita por Paulo é a Palavra de Deus. Como você se porta quando surge um problema? Fica perdido e confuso? Provavelmente você não conhece a Palavra. A Bíblia tem solução e instrução para tudo. Jeremias 33:3 diz: “Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes.” As pessoas estão passando muito tempo em frente à televisão e não buscam a Palavra e o direcionamento de Deus para as suas vidas. Dessa forma, quando vem as dificuldades, não sabem como se portar e o que fazer. Saiba que você tem uma poderosa arma em suas mãos pronta para ser usada: a própria Palavra de Deus.

  1. Oração (v. 18)

A oração não está dentro da armadura, mas Paulo não tinha como deixá-la de fora. Saiba que a oração é uma arma tanto de ataque como de proteção, pois ela nos traz discernimento profético, perseverança, objetividade e visão sobre a nossa vida. “As pessoas podem recusar o nosso amor ou as nossas palavras, mas elas não têm defesas contra as nossas orações.” – disse Rick Warren.

Temos essas armas à nossa disposição, e portanto, precisamos aprender a usá-las para não padecermos por falta de conhecimento em meio às dificuldades.

Seja cauteloso e cuidadoso com a sua vida cristã!

Deus te abençoe!

As armas do cristão

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2020 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo