Revista Renascer

Para Elas

Quem nunca usou uma máscara?

É interessante como nós mulheres estamos sempre usando máscaras. Por exemplo: usamos máscara de argila para o rosto, máscara de cílios, cremes e máscara de proteção e uma infinidade de outras máscaras que auxiliam em tratamentos estéticos. São cuidados que condicionamos em nosso dia-a-dia, afinal de contas, somos mulheres e gostamos de nos cuidar.

A reflexão que quero trazer para essa coluna é: será que temos o hábito de tirar as máscaras ou gostamos de ficar com elas o tempo todo?

No contexto atual estamos passando por um quadro de pandemia, com isolamento social e com algumas medidas de proteção para evitar possíveis contaminações, dentre elas o uso das máscaras. Fazendo uma analogia da situação, as máscaras são excelentes disfarces para se esconder, ocultando assim a nossa verdadeira identidade, intenção e até mesmo pensamentos e sentimentos. Quantas de nós fingimos ser o que não somos através de um sorriso, uma bela maquiagem ou um look bem montado que está na moda?

Nos sentimos obrigadas a usar máscaras em virtude das circunstâncias. O fato é que isso nos leva muitas vezes, a manter uma aparência feliz, um relacionamento perfeito, uma família exemplar, uma mulher incrível e inabalável, resumindo, uma verdadeira mulher maravilha; mas por trás de tudo isso está um coração sangrando e uma alma ferida gritando por socorro.

Quantas mulheres se escondem por trás de máscaras? Rótulos e padrões são impostos pela sociedade através da mídia, que diz como a mulher deve ser. Alguns estereótipos são: ter um corpão sem celulite, sem estrias e ser magra. Grande engano acreditar que precisamos nos anular para viver dentro de um parâmetro do perfeito e sem defeito.

Quantas mulheres vivem uma vida cada vez mais vazia e afundada na dor, medo, depressão, autoestima baixa, dependente emocionalmente e cheias de complexos? A verdade é que muitas se esquecem das suas origens e adquirem assim, uma identidade desconfigurada. O fato é que cada mulher possui características, força, essência e um potencial único.

As máscaras se tornam uma medida de proteção e refúgio para esconder as feridas, mas quando estamos sozinhas em nosso quarto, desabamos. Por que esconder atrás de disfarces que nos levam a andar em cordas bambas? Quando fingimos ser o que não somos, gastamos mais energia, pois estamos sempre ocupados demais fazendo a manutenção de nossas máscaras.

Portanto, não se permita viver no obscuro das máscaras, não deixe que ela faça parte do seu guarda-roupa e nem que seja um acessório de uso pessoal. Não tenha a máscara como um estilo de vida.

No livro de Salmos 139:2-4 diz que: “Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos. Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó Senhor, tudo conheces”. Amadas, será que temos a consciência e o entendimento de que não precisamos nos esconder e nem nos refugiar atrás de máscaras?

O fato é que o Senhor nos conhece e sabe de todas as coisas. Ele vê as nossas dores, assim como também as nossas mentiras. Você não precisa usar disfarces, pois as máscaras diante de Deus não prevalecem. Por isso, tire a sua máscara e entregue-a para Deus.

“E não há criatura alguma encoberta diante d’Ele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar”. (Hebreus 4:13).

Quem nunca usou uma máscara?

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2019 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo