Doe sangue: a sua generosidade pode salvar!

No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, cerca de 1,6% da população do país é doadora de sangue, sendo este, o parâmetro realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Por esse motivo, ressalta-se a importância da ampliação desse percentual, o que poderá ser incrementado através das ações de incentivo à doação voluntária, a fim de manter o estoque de sangue sempre abastecido. De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), menos da metade dos doadores de sangue são voluntários. Logo, a falta de conscientização é apontada como um dos principais motivos para que o número de doadores seja ainda limitado.

Por que ser um doador? Doar sangue é um gesto de solidariedade. Além do que, uma única doação pode salvar até quatro vidas, visto que em algumas situações a transfusão é inevitável. Além disso, alguns estados do Brasil oferecem benefícios para os que doam sangue com frequência. Dentre esses benefícios, destacam-se as leis que isentam a taxa de inscrição em alguns concursos públicos para os doadores cadastrados.

No entanto, há alguns critérios que devem ser considerados para uma doação segura, entre eles: ser uma pessoa hígida, isto é, ter boas condições de saúde; ter entre 18 e 69 anos; pesar mais de 50kg; não estar em jejum no dia da doação e obedecer a um intervalo entre cada doação, até 4 doações ao ano para homens e até 3 doações ao ano para mulheres.

Cabe salientar que em cerca de um dia, o organismo já repõe a quantidade de sangue que foi retirada na doação. Além disso, há uma avaliação prévia dos voluntários, conforme legislação vigente do Ministério da Saúde/Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por isso não há risco de contrair qualquer doença durante o procedimento, já que todo material utilizado durante a coleta é estéril e descartável.

Quem doa sangue, doa vida, demonstra amor, generosidade e empatia.

Esse ato de generosidade dá a alguém uma segunda chance.

Portanto, seja você o provedor desta segunda chance, seja um doador de sangue, salve uma vida!

Alana Sousa Borges

Graduanda de Enfermagem pela Universidade Federal de Goiás. Professora do Ministério Infantil e Membro do Ministério de Louvor da Igreja Batista Renascer.

Você também vai gostar de ver