Revista Renascer

laura souguellis
Entrevistas

Entrevista com Laura Souguellis

Na edição de aniversário, a Revista Renascer conversou com a cantora Laura Souguellis, que esteve presente no evento “Céus abertos” na Igreja Batista Renascer, juntamente com o Freedom Movement, no dia 17 de março. Laura Souguellis é dona de uma voz impecável e tem canções bem conhecidas, como: “Em teus braços”, “Amor Que Enche” (Love That Fills) e em uma excelente versão em português “Santo Espírito” (Holy Spirit) de Jesus Culture/Kim Walker Smith. Confira a entrevista:

Revista Renascer: Como surgiu o seu interesse pela música?

Laura Souguellis: Meu interesse pela música surgiu no berço. A minha mãe era médica, mas tocava violão, piano e cantava muito bem. Meu avô também cantava. Nas reuniões familiares de natal minha mãe sempre me incentivava a cantar para a família. Me lembro bem a primeira vez que a família me elogiou, eu tinha de seis pra sete anos de idade. Quando você tem um estímulo positivo, com certeza isso se tornará um investimento para a sua vida.

RR: Conte-nos como foi a sua trajetória na música gospel:

LS: Na minha adolescência fiz aulas particulares de piano e violão. Comecei a servir a igreja local que eu e minha família frequentávamos. Sempre compus muitas músicas, mas elas tinham menos identidade, personalidade e menos originalidade que hoje, porém sempre gostei de compor. Com 22 anos de idade, vivi uma perda e estava em um processo muito intenso com Deus, e foi nesse momento que comecei a me voltar para a música de maneira mais profunda. Ela se tornou algo fundamental na minha comunicação, conexão e intimidade com Deus. As minhas músicas passaram a ser declarações de fé, com as quais eu me apegava muito, pois eram como oxigênio para mim naquele período difícil. Foi nessa época que surgiu: “Em Teus Braços”, “Amor Que Enche”, “Dono do Meu Ser” e outra canções que as pessoas conhecem. Nunca gravei um CD até hoje, eu não tenho álbum pessoal, mas eu disse sim para uma gravação, uma sessão de adoração ao vivo para o Youtube, chamado “Fornalha”, promovido pelo movimento Dunamis, e isso fez com que as minhas canções viajassem por todo o Brasil. De três a quatro anos pra cá, tenho viajado, ministrado as canções e crescido dentro do cenário musical gospel no Brasil.

RR: O que Deus representa em sua vida?

LS: Absolutamente tudo. Eu não seria nada sem Ele. Cada momento e circunstância que eu passei na minha vida, como a perda dos meus pais na adolescência e depois esse baque aos 22 anos, serviram para produzir consistências na minha vida com Deus. Hoje eu sei como vale a pena qualquer processo que a gente passa pra conhecer a Deus. Prefiro conhecer o Senhor do que ter confortos naturais, e isso eu posso dizer com convicção.

RR: Você já morou no exterior? Como foi a sua experiência com Deus fora do país?

LS: Até o ano passado, com 25 anos de idade, eu nunca tinha saído do país. Em 2016 fui para os Estados Unidos pela primeira vez por um período curto, menos de um mês. As portas também se abriram pra mim na Europa. Já ministrei em seis países. Fui para os Estados Unidos por períodos mais longos, em obediência, e hoje estudo lá para me aperfeiçoar naquilo que acredito que o Senhor está me confiando. Não sei o que vem, nem como as coisas vão se desenrolar e o que vem depois, mas tem sido um tempo muito bom. Lá eu recebo muito, dou muito e aprendo a ser cidadã do reino na cultura dos céus.

RR: Hoje, qual o seu maior sonho?

LS: O meu sonho é causar um impacto significativo global da revelação de quem Deus é, desmistificando todas as mentiras a Seu respeito. Quero ver uma geração poderosa em Deus, livre de complexos de inferioridade, culpa e abandono. Meu desejo é cooperar para a obra do Senhor através do espírito de adoção, restaurando por exemplo, a cultura de países completamente negligenciados.

RR: Deixe-nos uma mensagem para os jovens de Goiânia da Igreja Batista Renascer:

LS: Paulo diz: “Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o maligno”. (1 João 2:14.) Eu creio que existe um vigor e uma garra própria da juventude que faz o inferno tremer. Oro para que tudo aquilo que tenta minar essa confiança e energia dos jovens possa cair. Que todas essas coisas sejam completamente vencidas da energia do Pai, para que cada jovem se levante, apropriando-se da identidade que eles receberam em Deus, através de Cristo. Por isso, coloquem-se e se posicionem para um destino maravilhoso que vai impactar Goiânia, o Brasil e todas as nações da Terra.

Entrevista com Laura Souguellis

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2020 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo