Meu whatsapp foi clonado! Como posso resolver?

Não é de se estranhar que uma conta de WhatsApp clonada seja motivo de desespero, afinal, isso pode gerar uma grande dor de cabeça para a vítima. O problema é que golpes podem ser aplicados e sendo vítima de um deles, toda a sua privacidade ficará exposta.

Sabemos que o aplicativo trazido no título dessa coluna deve ser ressaltado, visto que hoje se tornou um dos principais canais de comunicação entre as pessoas, empresas e clientes. Alguns dados do comportamento dos usuários reforçam a importância que esse aplicativo tem na vida das pessoas. De acordo com o site norte-americano “We are Social”, 50% do tempo de uso do smartphone pelos usuários do mundo é destinado ao uso de Apps de mensageria, e entre eles, o WhatsApp se tornou o mais conhecido para essa finalidade.

O fato é que o uso deste aplicativo aumentou 97% durante a pandemia no Brasil e a busca pelo App no Google aumentou +486% entre 2014 e 2020. No Brasil são 8 bilhões de mensagens trocadas por dia, com 66 milhões de usuários ativos diariamente. No mês de julho do ano passado, foram registradas 1,4 bilhão de visitas no Whatsapp Web, além disso, ele está instalado em 99% dos smartphones brasileiros. Essas estatísticas demonstram o potencial do aplicativo de conversas e comprovam que ele já faz parte do cotidiano brasileiro.

Após a explanação de sua importância, se torna ainda mais evidente que devido a sua popularidade, criminosos tentam enganar os seus usuários para obter acesso ao seu código de verificação e dessa forma, fazer login em uma conta, o que viabiliza vários tipos de delitos.

Ter sua conta hackeada e clonada é um dos piores pesadelos para uma pessoa ou empresa. Ser clonado significa uma violação à sua privacidade, pois agora alguém tem acesso ilimitado aos seus bate-papos, informações, mídias e isso traz um aumento considerável nos golpes que vem acontecendo no Brasil, entre outros crimes. Mas, como você pode resolver isso?

Primeiramente, podemos verificar se uma conta foi invadida ao abrir o seu WhatsApp Web e constatar a presença de algum dispositivo desconhecido. Você pode verificar essa informação indo nos três pontos indicados no canto superior direito do App, clicar em WhatsApp Web e assim ver todas as sessões abertas. Isso permitirá que você analise quais dispositivos estão conectados ao seu aplicativo.

Além disso, existem outras instruções que podem te auxiliar nessa prevenção. Preparei uma lista de ações para resolver e evitar o problema com invasões e clonagem:

  1. Não deixe seu smartphone sem supervisão.
  2. Para recuperar sua conta, instale novamente o App, insira seu número e aguarde uma mensagem com seis números para você confirmar sua conta.
  3. Cadastre a sua biometria. Uma nova atualização para aumentar a segurança do WhatsApp Web via biometria está sendo liberada para alguns usuários.
  4. Não conecte o seu telefone a conexões Wi-Fi desconhecidas, pois hackers também podem usar endereços exclusivos para acessar todas suas conversas.
  5. Saia de todos os computadores que você vê na lista do WhatsApp Web. Isso impedirá o acesso a suas mensagens por parte dos hackers. Faça isso sempre que você usar o WhatsApp web.
  6. Bloqueie todos os seus aplicativos para evitar que pessoas desconhecidas os acessem.
  7. Caso você suspeite que foi clonado, basta pegar seu chip e instalar o App em um novo aparelho, você recupera sua conta e desvincula o número do aparelho anterior.
  8. Outra opção para WhatsApp hackeado e clonado é desativar a sua conta enviando um e-mail para o suporte do aplicativo ([email protected]). Automaticamente sua conta será excluída se não for acessada por 30 dias.
  9. Avise seus amigos caso sua conta tenha sido clonada. Isso evitará falsificações em seu nome!
  10. Habilite a verificação em duas etapas nas configurações da conta. Você terá segurança extra no aplicativo.
  11. Apps espiões: sempre verifique se há algum aplicativo desconhecido armazenado em seu telefone. Quando for instalar um novo app, verifique detalhes do desenvolvedor, suas classificações antes de instalá-lo em seu smartphone.
  12. Não instale aplicativos de fontes não autorizadas ou desconhecidas.

Para uma navegação mais segura siga as dicas acima. Você pode proteger facilmente sua conta e impedir que ela seja clonada. Tome muito cuidado onde clica e desconfie de mensagens suspeitas, como correntes, promoções malucas e todo tipo de mensagem incomum. São dicas simples, mas que reduzirão significativamente as chances de você passar por essa situação desconfortável.

Fique Ligado e aproveite seu aplicativo com segurança!

Julio Eliseo Torres

Julio Eliseo Torres

Presbítero da Igreja Batista Renascer, Analista e Estrategista de Negócios no Sistema FIEG (SESI/SENAI), Consultor Empresarial e Marketing Digital

Você também vai gostar de ver