PIX: o que é? Como funciona?

Desde o dia 05 de outubro de 2020, data que marcou o início do cadastramento das chaves PIX, muitas pessoas estão com dúvidas sobre o que é, como funciona e além disso, se devem ou não aderir a este novo meio de pagamento.

O PIX é o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil, que entrou em pleno funcionamento no país no dia 16 de novembro de 2020. Ele permite o envio e recebimento de pagamentos 24h por dia, inclusive aos finais de semana e feriados, com crédito dos recursos na conta do destinatário em alguns segundos.

Esta nova ferramenta é mais uma opção para realizar pagamentos e transferências, assim como o Boleto, a TED, o DOC e os cartões de crédito e débito. Seu objetivo é substituir transações em espécie e transferências de pequeno valor, trazendo maior facilidade para as operações financeiras mais comuns. Para fazer um pagamento por meio do PIX, basta informar a chave ou o QR Code do recebedor.

A chave PIX vincula as informações do cliente a uma conta bancária, fazendo com que  não seja mais preciso informar dados como: código do banco, número da agência e da conta bancária. Podem ser cadastradas quatro tipos de chaves: Cadastro da Pessoa Física (CPF), telefone celular, e-mail e chave aleatória (quando o Banco Central  gera um código para o cliente).

O cadastro das chaves é realizado somente nos canais oficiais de seu banco, como o aplicativo, internet banking, caixas eletrônicos e agências. Para não cair em golpes no momento do cadastro das chaves, não clique em links recebidos por e-mail, WhatsApp e redes sociais. Quem tem mais de uma conta bancária pode cadastrar uma chave de cada tipo, de forma que cada conta bancária tenha a sua chave.

Quanto aos questionamentos sobre a segurança do PIX, é importante ressaltar que as Instituições Financeiras já possuem experiência suficiente para garantir a segurança em transferências. Os bancos podem estabelecer limites diários ou por transação, como já acontece com as demais modalidades de transferências e pagamentos. Além disso, transações PIX suspeitas podem ter um tempo adicional para aprovações, permitindo verificações de legitimidade.

A principal vantagem do PIX é a disponibilidade do serviço 24h, em qualquer dia do ano, visto que a TED e o DOC somente podem ser realizadas nos dias úteis e em horários determinados. O serviço é gratuito para transferências entre pessoas físicas até um limite de 30 operações mensais. Além disso, o crédito é feito na conta destino em poucos segundos, o que caracteriza outra vantagem em relação às transações tradicionais.

Eu já testei e aprovei! E você, já fez um PIX?

Jéssica Felix Teixeira Mendes Medina

Bancária, Graduada em Administração, Pós-Graduada em Controladoria e Finanças.

Você também vai gostar de ver