Revista Renascer Versão Digital

Entrevistas

Segredos de pai para filho

A 8ª Edição da Revista Renascer conversa com Reinaldo Gomes de Morais, um dos mais bem- sucedidos empreendedores do agronegócio brasileiro na atualidade. Bacharel em Zootecnia, tendo cursado o mestrado em Produção Animal e Nutrição, Reinaldo é um dos idealizadores de grandes empresas no segmento avícola e suinocultura. Além disso, Reinaldo Morais é o autor do livro “Segredos de pai para filho”, um best-seller que conta a sua trajetória de vida e o seu enorme crescimento no agronegócio brasileiro, superando com ousadia, iniciativa e fé, todas as suas dificuldades e desafios. Confira a entrevista:

  • Com funciona a sua empresa?

Tenho um abatedouro de frangos no Estado do Paraná com capacidade para abater 420 mil frangos por dia. É um dos maiores e mais modernos do Brasil. Minha família era de Maringá e nos mudamos para Mato Grosso, cidade de Cuiabá, onde temos duas fazendas com criação de suínos com 12.000 mil matrizes em produção. Em uma das fazendas, tenho mais de 150 mil animais. Entregamos hoje mil suínos para o abate por dia, 125 toneladas de carne diariamente, representando aproximadamente 10% da produção do Mato Grosso. E agora, estamos construindo um outro abatedouro na cidade de Rosário Oeste com suínos, que terá capacidade para abater 10 mil suínos por dia. Esse empreendimento será o maior do Brasil e um dos mais modernos do mundo. Mas tudo isso só é possível, pois o Senhor tem nos abençoado e nos ensinado.

  • Como foi a sua infância? Como o desejo de mexer com animais e empreender foi despertado em sua vida?

 reinldomoraisDesde pequeno eu gostava de mexer com animais, esse era o meu sonho. Eu não podia ver um animal na rua, um cachorro, um gato, um passarinho, um coelho, galinha. A minha casa parecia um zoológico. Eu falava que queria ser veterinário, porque era a única profissão que eu conhecia que mexia com animais. Esse era o meu objetivo. Mas, o meu sonho também era ser milionário, pois eu assistia um seriado chamado: “O homem de seis milhões de dólares”, achava o máximo um homem que custava seis milhões de dólares, então eu falava que um dia eu iria trabalhar e também ganharia o meu primeiro milhão. Mas, essa não era minha realidade na infância. Eu pensava que se eu quisesse ter meu milhão, teria que estudar, trabalhar e me dedicar muito. Então, eu ficava pensando em estratégias para conseguir isso, pois vim de uma família muito pobre, vivia em um bairro muito humilde em Maringá. Meu pai era funileiro, trabalhava com pintura automotiva com solda, e a minha mãe trabalhava em casa. Meus pais se separaram quando eu tinha dois anos de idade, então minha mãe começou a trabalhar no hospital como auxiliar de enfermagem. Nós éramos cinco irmãos, e eu era o caçula. Meu pai foi embora e minha mãe ficou sozinha em casa cuidando daquela criançada toda. O máximo que minha mãe conseguia era colocar comida em casa, em porções bem controladas. Mesmo com todas as dificuldades, minha mãe queria que os filhos tivessem princípios e que conhecessem a Deus.

Como foi a sua conversão ao Evangelho?

Com 12 anos de idade, com o coração partido e ferido, após sofrer a maior decepção da minha vida com o meu padrasto, que era como se fosse o meu pai, fui com a minha irmã em um culto, mais por companhia do que por vontade própria. Naquela noite um pastor falava de um Deus amoroso, que cuidava e protegia. Confesso que tudo aquilo não fazia muito sentido, pois eu acabava de perder o meu segundo pai. De repente, aquele pregador disse que Deus me amou tanto, que Ele deu o seu único filho para que morresse na cruz eu meu lugar, para que Ele pudesse assumir a paternidade na minha vida. O pastor disse que Deus queria que eu me tornasse filho d’Ele. Eu senti muita paz em meu coração, e ao final daquele culto, o pastor me chamou à frente e eu aceitei o Senhor Jesus Cristo como Senhor e Salvador da minha vida. O pastor me presenteou com uma Bíblia e eu fui pra casa feliz da vida. Como é bom ter a convicção de que estamos no lugar certo, na hora certa e fazendo a coisa certa!

Segredos de pai para filho

  • Como foi o início do seu casamento e do seu empreendimento?

Eu e minha esposa nos casamos no dia da minha formatura. Eu ganhava 50 reais por semana e buscava o restante em Deus. Muitas vezes, eu e minha esposa íamos para a igreja com apenas um ou dois reais de oferta.  Era 100% do que nós tínhamos. O Senhor nunca deixou faltar nada em casa. Deus foi nos abençoando, e com dois, três anos de casamento multiplicou meu salário por dez, vinte, trinta, cinquenta e por cem. Construímos a nossa casa em um condomínio fechado com dois andares e uma piscina. Era tudo que nós sonhávamos! Quanto ao meu empreendimento, construí o meu primeiro frigorífico com capacidade de abater 160 mil frangos por dia. Cinco dias antes da inauguração, a Tyson Foods, a maior empresa americana de frigoríficos no mundo, comprou o nosso empreendimento por mais de 70 milhões de dólares, ou seja, Deus me levou para um patamar muito além da minha expectativa. Eu que sonhava um dia ter 1 milhão de reais, agora eu estava semeando, para honra e glória do Senhor! Claro que passei por muitos momentos difíceis, ao ponto de perder tudo o que tinha, mas Deus restaurou tudo o que eu tinha, duas vezes mais, e ainda me surpreendeu com muito além do que eu esperava. O segredo é ser fiel à Ele!

  • Qual mensagem o senhor deixaria para os irmãos que estão desanimados e sem esperança?

Seja fiel no pouco e sobre o muito Deus te colocará. Nosso Pai tem prazer em abençoar os seus filhos. Ele me colocou muito acima de onde eu estava e no melhor momento da minha vida. Saiba que o Senhor quer fazer tudo isso e muito mais em sua vida também.

 

Segredos de pai para filho

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2020 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo