Revista Renascer

ser pai
Jornada da Vida

Tempo de ser pai

A grande dúvida da maioria dos pais, principalmente em dias atribulados e com intensa correria devido aos inúmeros compromissos, é: como se fazer presente na vida dos filhos, mesmo com uma rotina tão agitada?

Quando nasce um filho, também nasce um pai. Eis que começa uma das jornadas mais difíceis que temos: a paternidade. Os modelos de sucesso por aí são muitos, mas dificilmente um deles dará conta da aventura complexa e emocionante que é a paternidade. Essa tarefa se faz com descobertas diárias, realizações, dificuldades e muitas histórias para contar.

Mas, e quando existe pouco tempo para viver tudo isso? Afinal, esse  pai  continua mergulhado em uma jornada intensa de trabalho. Muitas vezes ele gostaria de fazer coisas simples, como colocar o filho para dormir (aquela sonequinha gostosa da tarde), ser um parceirão na nova configuração familiar e ainda começar a transmitir o seu legado à próxima geração.

Uma vez que dificilmente será possível abrir mão do trabalho e dos compromissos, a ideia é fazer valer o tempo em que está junto com o pequeno ou a pequena, e esse momento pode ser recheado de brincadeiras, daquelas mais simples. Desde muito novas, as crianças precisam brincar, sozinhas e também com a mediação dos adultos, pois é assim que elas têm a chance de fantasiar, construir seu lugar no mundo e ser reconhecidas pelo que dizem e sentem.

Como lidar com a impossibilidade de estar sempre presente? Tranquilize-se! Nenhum pai ou mãe poderá dar conta de estar sempre lá para os filhos – e não há nada de errado com isso. O excesso de presença também pode ser nocivo, pois é a partir da ausência que os bebês aprendem a se comunicar, afirmam muitos especialistas da área infantil. Ou seja, começamos a tentar falar porque algo nos falta – leite, fralda limpa ou um macacão mais quentinho.

Muitas vezes essa questão da presença é mais sofrida para os pais do que para as crianças. Por isso, preenche-se a agenda com mil atividades ou presenteia-se em abundância. É necessário reconhecer que existe um limite, e não sofrer tanto com isso é muito importante para os pais, até para que seja possível aproveitar melhor o tempo juntos.

Assim sendo, permita-se viver sua paternidade de forma plena, e acima de tudo que de fato você deixe um legado para os seus filhos. Até mesmo porque, a herança (o que você vai deixar para eles) nunca será mais importante do que o legado (o que você deixará neles). Invista tempo de qualidade nos seus filhos, pois amanhã serão eles, por meio da gratidão e honra, que farão isso com você.

Deus abençoe o seu ministério de pai e lhe conceda uma jornada que lhe gere muitos frutos.

Tempo de ser pai

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2019 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo