Você está mesmo pronto para namorar?

A Bíblia não diz nada sobre namoro por uma razão muito simples: o “namoro” é um conceito recente e que não existia na forma como conhecemos no período em que a Bíblia foi escrita. Nos relatos bíblicos vemos que as pessoas entram em uma destas categorias: amigos/irmãos em Cristo, noivos ou casados. Ainda assim, podemos retirar alguns princípios teológicos que podem nos ajudar a entender o que Deus espera de quem está namorando.

O primeiro entendimento que precisamos ter é que o namoro deve ter um único objetivo: o casamento. Para o cristão o namoro não deve ser iniciado com outro objetivo que não seja o casamento. Isso não significa que todos os namoros vão dar em casamento, mas que quando dois cristãos iniciam um relacionamento eles não devem estar pensando apenas em se divertir, “só para ver no que vai dar”, ou pois “todo mundo está fazendo”. As pessoas envolvidas devem aproveitar esse tempo para se conhecerem melhor e avaliar comportamentos, tendo em vista uma possível união. É importante que nessa fase você também priorize o seu relacionamento com Cristo.

Com base nesse princípio, é melhor escolher se relacionar com alguém dentro do seu contexto social e que tenha convicções de fé semelhantes ou que se complete com o que você acredita.

Vivemos em uma geração erotizada, onde a sensualidade e a supervalorização da beleza é o foco de muitos. Por isso, é importante estar atento (a), pois por trás de um rostinho bonito pode se esconder uma pessoa insegura, carente, mal resolvida ou com o propósito de vida totalmente diferente do seu.

Nos quase nove anos em que eu e minha esposa estamos trabalhando com a instrução de noivos e cônjuges, identificamos três erros frequentes que demonstram que de fato, você pode não estar pronto para namorar. Faça uma autoanálise e avalie se você está ou não pronto para começar essa jornada que possui um único objetivo. Vejamos:

  • Considerar todo mundo uma possibilidade – Vivemos em uma comunidade onde estamos em contato com várias pessoas. Talvez, na ansiedade de conhecer alguém, você começa a enxergar de maneira equivocada todos que se aproximam. Entenda: não é porque aquela moça te trata bem, é educada com você, demonstra até um certo zelo e cordialidade, que ela está interessada em se relacionar com você. Muitas vezes, por um despreparo emocional, as pessoas começam a ver sinais onde não tem, o que pode machucá-las,  pois não podemos esperar de uma pessoa aquilo que ela pode dar.
  • Namorar por carência – Esse é um erro recorrente nos dias de hoje. O medo de ficar sozinho e a necessidade de ter alguém para suprir um vazio existencial levam muitas pessoas a se relacionar por carência. Esse é o começo do abismo e a certificação de que você não está preparado para essa etapa. Portanto, se você ainda não se vê completo enquanto é solteiro, ou se ainda não aprendeu a administrar bem as crises e os altos e baixos em que você se depara atualmente, com certeza você não está pronto para conhecer outra pessoa.
  • Namorar cedo demais – Há tempo para todas as coisas, por isso, responda novamente: qual é a sua verdadeira razão para namorar? Essa pergunta já foi respondida no início deste texto! Não namore apenas para se sentir incluído ou para aumentar a sua autoestima. Esse não é o objetivo do namoro. Namorar pelas razões erradas apenas irá machucar você e a pessoa com quem você se relaciona. Portanto, não brinque com os sentimentos de quem você diz se importar.

Durante a fase de solteiro, você precisa aprender a encarar sozinho os dilemas da vida, isso é necessário para o seu amadurecimento. Além disso, aproveite esse tempo para investir em você, o que envolve a  sua vida pessoal, profissional e principalmente, no seu crescimento espiritual.  Descubra  quem de fato você é!

Você já teve a ousadia de perguntar para os seus pais se eles te veem preparado para namorar ou se eles te veem no caminho certo para um dia se casar com alguém? Acredite: a resposta que você ouvir  pode ajudá-lo neste processo.

Separei abaixo algumas dicas que poderão auxiliá-lo na preparação antes de um relacionamento! Está pronto?

  • Quais são seus planos para o futuro? – Você tem sonhos, planos e objetivos para o futuro? Nesse momento você tem a capacidade para namorar ou isso vai tornar tudo mais difícil em sua vida? Quais são suas prioridades? Não tenha pressa: “Termine primeiro o seu trabalho a céu aberto; deixe pronta a sua lavoura. Depois constitua família”. (Provérbios 24:27). Pense um pouco sobre o que você quer para o futuro antes de começar a namorar.
  • Mantenha a pureza – Quais são os limites no namoro em termos de intimidade física? Ou até onde podemos ir? Esse tipo de perguntas revelam as intenções da pessoa em ultrapassar os limites. A Bíblia nos diz para fugir da imoralidade sexual: “Fujam da imoralidade sexual. Todos os outros pecados que alguém comete, fora do corpo os comete; mas quem peca sexualmente, peca contra o seu próprio corpo”. (1 Coríntios 6:18). O ato sexual é um presente de Deus para ser desfrutado por um casal que já se comprometeu inteiramente um com outro, perante Deus e a sociedade. A questão fundamental não é discutirmos sobre o que se pode ou não fazer,  mas como é uma pergunta sempre repetida, aproveito para reforçar que qualquer atitude que esteja colocando os dois envolvidos no caminho para a intimidade sexual deve ser evitada. Isso é amar e preservar um ao outro.
  • Coloque Deus em primeiro lugar – O Senhor precisa ocupar o primeiro lugar de cada uma das pessoas envolvidas. Por isso, dar mais importância à outra pessoa ou até ao relacionamento em si mais do que está se dando a Deus, é incorrer no pecado de idolatria. Em todos os momentos da nossa vida, o nosso relacionamento com Deus deve persistir sendo o mais importante de todos. Esse relacionamento definirá o sucesso de todos os nossos outros, seja amizade, namoro ou casamento.

Entenda o verdadeiro propósito de Deus para a sua vida pessoal e não tenha pressa, pois o melhor do Senhor acontecerá no momento certo!

Pedro Thiago Araújo Freitas

Administrador Financeiro; Professor de Taekwondo. Presbítero da IBR Sede. Coordenador da escola bíblica Unidos. Co-líder do ministério Unidos pelo Casamento. Criador e Líder do Projeto Social Reação - Inclusão através do esporte.

Você também vai gostar de ver