Revista Renascer Versão Digital

ide
Capa

Ide e fazei discípulos

De Gênesis a Apocalipse, podemos notar qual é o grande propósito de Deus, que é a salvação do homem e a manifestação do Reino de Deus na terra. Depois da queda de Adão no paraíso, o homem passou a andar nas trevas e longe dos propósitos de Deus (Gênesis 1:28; Apocalipse 7:9). Dessa forma, ele   se tornou merecedor da ira de Deus (Efésios 2:3). Mas, por causa da grande misericórdia de Deus, o homem passou a ser alvo de uma missão de resgate e assim, a grande comissão começou na eternidade.

O maior exemplo de missões é o próprio Deus! Ele enviou Jesus para cumprir o Seu grande propósito: a salvação do homem (João 3:16). Jesus cumpriu a sua parte: Ele morreu, ressuscitou e voltou para o Pai, o seu lugar de origem (João 14:1-4).

Você sabe o que Jesus fez antes de morrer na cruz? Ele anunciou o plano de salvação ao homem pecador. Ele também fez discípulos! Ele chamou homens despreparados, que à luz da sua época não eram homens dignos de confiança (Marcos 1:14-20). O reino de Deus não tem casualidade e sim propósitos.

A salvação não é um plano casual, mas um propósito de Deus. Diante disso, Jesus escolheu doze homens com o propósito de ensinar os valores do Reino de Deus para depois enviá-los ao mundo para darem continuidade ao plano Divino. A grande comissão não é um plano B, pois para Deus só existe um plano: IDE e FAÇAM discípulos!

Entretanto, antes de Jesus retornar à casa do Pai, Ele disse para os seus discípulos: “Foi me dada toda a autoridade nos céus e na terra. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”. (Mateus 28:18-20).

Com essa ordem de Jesus, Ele deixou um grande trabalho para os seus discípulos e também para nós. Os discípulos cumpriram a grande comissão, causaram alvoroço no mundo com a proclamação do Evangelho e transformaram as pessoas, fazendo discípulos por todos os lugares, até os confins da terra.

Ao escrever este artigo, ouço no meu espírito a voz do Senhor a me chamar da mesma forma que Ele convocou os discípulos da Galileia. De que forma, neste momento, enquanto você lê este artigo, você consegue ouvir a voz do Senhor a te convocar para essa grande missão?

Assim, a grande comissão dada por Jesus é uma ordem que não deve ser questionada, mas sim obedecida! E a  obediência deve ser radical e não parcial. Todo aquele que não obedece a ordem da grande comissão está em rebeldia com o Senhor Jesus. Em Mateus 28:18-22 vemos a identidade, a missão e o propósito de Deus para cada pessoa que foi alcançado pela graça Divina. Você reconhece que foi alcançado por este tão grande amor de Deus?

Enquanto pastor, creio que o maior desafio da igreja é transformar seguidores em discípulos que fazem outros discípulos. Assim como a igreja primitiva no século I, nós também podemos transformar cidades, bairros e nações, levando a paz, o amor, a compaixão, o perdão e a reconciliação através do Evangelho.

Devemos questionar a razão de não estarmos tendo influência e de não alcançarmos  a simpatia de todo o povo, assim como os primeiros discípulos. A ausência de paixão por Jesus e pelo próximo é a razão que acredito ser a causa da ineficácia da igreja no que diz respeito à   evangelização no mundo. O bom samaritano é o tipo de pessoa da qual  o mundo precisa e é isso que devemos nos tornar.

A igreja é a única esperança do mundo! Se falharmos na missão de resgatar as vidas, o que vai acontecer com as pessoas que aqui vivem? Não podemos perder a grande colheita, por não termos trabalhadores. Jesus disse: “Meu Pai continua trabalhando até hoje, e eu também estou trabalhando” ( João 5:17).

Às vezes, tenho a impressão que nós cristãos estamos parados, apáticos e incrédulos, diante dos desafios missionários. Parece-me que estamos mais empenhados na manutenção da vida cristã, do que com a expansão missionária.

Finalmente, a missão de resgatar vidas das trevas é o principal propósito de Deus e nós não podemos perder de vista esse propósito. Jesus disse: “Assim como o Pai me enviou, eu os envio” (João 20:21).

O famoso missionário David Livingstone deixou uma célebre frase: “Deus teve um único filho, e fez dele um missionário”.  Segundo C.H Spurgeon, todo cristão ou é um missionário ou é um impostor. O que faremos diante desta tão grande missão de resgatar vidas?

Simples, obedeceremos a ordem: “Ide e fazei discípulos”!

Ide e fazei discípulos

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2020 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo