Revista Renascer Versão Digital

avivamento
Artigos

Precisamos de um avivamento?

Como cristão, com certeza você já ouviu falar de avivamento, certo? Mas afinal, o que é avivamento? Segundo o dicionário, o verbo “reviver” significa trazer de volta a vida, despertar, sair do sono, agir, levantar, animar, renovar. Avivamento é o retorno da vida, animação, ressurreição, renovação e restauração.

O avivamento não é um movimento e nem uma doutrina produzida por homens, pois é algo realizado apenas pelo Senhor. É claro que durante o avivamento há adoração, muitos milagres e crescimento extraordinário da igreja, mas não podemos afirmar que essas coisas, separadamente, são de fato o avivamento.

A verdade é que não há definição do que exatamente é o avivamento. Em geral, podemos dizer que é Deus visitando o Seu povo de uma forma poderosa, ou seja, é o derramar do Espírito Santo de Deus sobre a igreja, trazendo um poder sobrenatural para que as pessoas deixem as “quatro paredes” e cumpram o “Ide e pregai o Evangelho” a todos os perdidos.

Você já viu alguém cheio do Espírito Santo calado e feliz, sentado no banco da igreja? Não! Você nunca verá essa cena! O avivamento traz ousadia para falarmos do amor de Deus aos perdidos, assim como aconteceu em Atos 2, quando os apóstolos receberam o derramamento no dia de Pentecostes. A Bíblia descreve que eles ficaram incendiados e foram  pregar o Evangelho aos gentios e judeus e, com isso, mais de três mil pessoas foram convertidas ao cristianismo em um único dia!

O avivamento não vem somente para a  igreja estar cheia de poder, mas para alcançar os perdidos. Esse é o grande objetivo do avivamento: levantar a “grande comissão” para pregar o Evangelho a todas as pessoas, antes da volta de Jesus.

Você já reparou que Deus sempre começa algo usando uma pessoa? Ele nunca começa com multidões. Na história dos avivamentos passados, vemos como Deus usou jovens e adolescentes para realizar grandes moveres, e sempre com pessoas simples, mas sedentas de Sua presença.

Em 1904 no País de Gales, Deus usou Evan Roberts, de 26 anos, e seus amigos adolescentes para um grande avivamento que influenciou mais de trinta outros avivamentos ao redor do mundo, incluindo o de Rua Azuza, em Los Angeles e em 1906 e 1907 na Coréia.

Em 1859, em Ulster na Irlanda do Norte, Deus usou quatro jovens liderados por James McQuilkin e muitas crianças para trazer um poderoso avivamento em toda a Irlanda. Na ocasião, mais de 100.000 pessoas foram salvas.

Em 1949, nas Ilhas Hébridas, a noroeste da Escócia, Deus usou duas senhoras, conhecidas como irmãs Smith. Uma delas tinha 82 anos e a outra 84. Elas oraram pelo avivamento de um lado da ilha e sete outros jovens do outro lado. Esse avivamento foi liderado por Duncan Campbell e teve mais de 100.000 pessoas salvas.

Em 1739, um dos mais conhecidos avivalistas do mundo, John Wesley com  29 anos e George Whitefield, com  24, liderou o grande despertar da Inglaterra.

Assim como esses, existem tantos outros avivamentos que já aconteceram no mundo, e hoje, Deus quer nos usar como igreja, em nossa geração, para continuar fazendo história.

Mas, por que precisamos de um avivamento? Simples, por quatro motivos: para despertarmos; nos posicionarmos como igreja do Senhor; para fazermos a diferença na sociedade; e para vivermos a plenitude do Evangelho de Deus. Quando o avivamento vier, muitos  virão o que está acontecendo entre o povo de Deus e serão salvos, curados, libertos e restaurados, para assim, alcançar também outras pessoas.

Portanto, o avivamento é  pessoal, e sempre acontece com pessoas desconhecidas para os grandes líderes. Muitas vezes, ele começa em pequenos lugares e depois se espalha para cidades e regiões, até chegar a um país inteiro, como aconteceu no País de Gales em 1904.

Por esse e outros motivos, precisamos falar sobre avivamento, para despertar em todos, um grande desejo pela presença do Senhor. Hoje é necessário que todos os cristãos orem, assim como orou o profeta Habacuque em 3:2b: “Aviva a tua obra, Senhor, ao longo dos anos”. Além disso, precisamos crer na promessa do profeta Joel, citada pelo Apóstolo Pedro em Atos 2:17-18 “… e acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre toda a carne: vossos filhos e filhas profetizarão, vossos jovens terão visões e os mais velhos sonharão; até mesmo sobre meus servos, derramarei do meu Espírito naqueles dias e profetizarei”. Por isso, acreditamos que estamos vivendo estes últimos dias e o avivamento já está quase chegando em nossa geração!

Diante de tudo que estamos vivendo nestes últimos tempos, incluindo o ano de 2020 que se findou, a igreja em todo o mundo está se levantando e clamando por um avivamento.

Interessante observar que o avivamento sempre ocorre em tempos de muita crise, pois ele acontece justamente para despertar a igreja e reavivá-la. Assim, com tudo que está acontecendo no mundo na atualidade, podemos afirmar que grandes moveres de Deus ao redor do mundo já estão acontecendo, e isso nos levará em breve, a um grande avivamento global.

Mas, o que fazer hoje, nesse ano de 2021 para trazer o avivamento em nosso meio?

Vamos iniciar esse novo ano orando, pois nunca houve um avivamento na história que não tenha sido precedido de muita oração de um povo sedento pela presença de Deus.

Acredite: o avivamento só virá para um povo faminto e sedento da presença do Senhor, assim como abundantes águas em uma terra seca.

Feliz Ano Novo, feliz avivamento!

Precisamos de um avivamento?

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2020 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo