Revista Renascer Versão Digital

terapia
Saúde

Crente precisa de terapia?

Hoje em dia é comum ouvir a pergunta desse título, não é mesmo? Quando alguém me faz essa pergunta, sempre respondo: não vou te dizer se um crente precisa de terapia, vou te contar como a psicologia pode ajudar as pessoas e você pode tirar suas próprias conclusões. E é isso que trago neste texto.

Para a Associação Americana de Psicologia (APA – American Psychological Association), a psicologia se refere ao estudo da mente, de como ela funciona e de que maneira ela afeta o comportamento humano.  A psicoterapia pode ser um trabalho preventivo, quando a pessoa busca o profissional em busca de autoconhecimento. Porém, muitos costumam buscar ajuda profissional apenas quando algo não vai bem. Nesses casos, o importante é buscar o psicólogo assim que se percebe a necessidade, evitando o agravamento do quadro.

A psicologia e a religião não são concorrentes, são complementares. A religiosidade e a espiritualidade são consideradas como fatores contribuintes na melhora da qualidade de vida das pessoas. Isso se faz tão importante que em 1988, a Organização Mundial de Saúde incluiu a dimensão espiritual no conceito multidimensional de saúde, indicando a necessidade de profissionais de saúde incluírem esse aspecto em suas práticas e por fim, em 2013, o Conselho Federal de Psicologia lançou uma nota técnica apontando a importância de psicólogos incluírem tal aspecto da vida humana em seu trabalho.

Nessa nota, se afirma que: “Não existe oposição entre Psicologia e religiosidade, pelo contrário, a Psicologia é uma ciência que reconhece que a religiosidade e a fé estão presentes na cultura e participam na constituição da dimensão subjetiva de cada um de nós. A relação dos indivíduos com o “sagrado” pode ser analisada pela (o) psicóloga (o), nunca imposto por ela (e) às pessoas com as quais trabalham”.

Qualquer pessoa pode procurar e se beneficiar de uma psicoterapia, pois a mesma tem impacto positivo na qualidade de vida, melhorando as relações interpessoais, a consciência de si, além do tratamento de psicopatologias.

Diante disso, deixo aqui essa reflexão e mudo um pouco a pergunta inicial: quando um crente deve buscar terapia?

Sobre esse assunto, confira na próxima edição da Revista Renascer!

Até lá!

Crente precisa de terapia?

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2020 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo