O homem e os dois altares

“Mas tu, quando orares entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente”. (Mateus 6.6).

Em várias ocasiões na vida, percebemos a necessidade de levantar dois tipos de altares: um escondido ou íntimo e outro público, ou seja, um para Deus e outro para você mesmo. O primeiro altar fala do testemunho que Deus dá acerca de nós, já o segundo fala do testemunho que damos acerca de Deus. No entanto, existe uma importante sequência a ser obedecida.

O altar íntimo sempre precede o altar público. Esta é a lei dos altares, ou seja, antes de sermos apresentados aos homens, precisamos nos apresentar diante de Deus.

A afirmação dos homens não vale muita coisa quando não temos aprovação Divina. A vida íntima com Deus sempre precede a vida pública com os homens. Por isso, quando invertemos esta sequência, transgredimos esta lei. Assim, entendemos porque tantos homens, da mesma forma que se levantam com uma aparência que impressiona, subitamente “desaparecem”.

O altar do quarto pode ser definido como qualquer lugar onde, rotineiramente desfrutamos de uma privacidade com Deus. Dentro do quarto somos nós mesmos. É nesse lugar que exercitamos total transparência e podemos derramar o nosso coração com sinceridade para o Senhor.

Altar é o lugar onde a nossa vontade é quebrantada e simplesmente damos à Deus tudo o que Ele está pedindo. É o lugar de sacrifícios, em que oferecemos ao Senhor algo que nos custa e que lhe é agradável e verdadeiro.

Esse altar secreto não se constrói apenas na igreja, ou através da comunhão com os irmãos, mas no quarto, a sós com Deus. É no quarto que aprendemos a apoiar nossa fé numa dependência total de Deus, e não das pessoas ou coisas.

Por isso, homem, entenda: uma vida com Deus “pública” bem-sucedida, nada mais é do que o efeito espiritual do relacionamento pessoal e da vida secreta com Deus.

Pr. Hélio Rodrigues de Miranda

Pr. Hélio Rodrigues de Miranda

Pastor da Igreja Batista Renascer – Santa Luzia

Você também vai gostar de ver