Revista Renascer Versão Digital

doenças
Bem Estar

Doenças cardiovasculares: como prevenir

A sociedade humana experimentou uma evolução tecnológica jamais vista em toda nossa história, e a medicina acompanhou essa mudança. Antes, até os anos de 1960-1970, as doenças que mais afligiam a humanidade eram as infecto-parasitárias, como a diarreia, tuberculose, sarampo e muitas outras mais, citando ainda o exemplo da famigerada peste negra, que dizimou cerca de setenta e cinco milhões de europeus na Idade Média.

Entretanto, a partir dos últimos anos do século XX, as condições patológicas que envolvem a degeneração do organismo ranquearam como maior causador de óbitos. Doenças cardiovasculares, entre elas o infarto do miocárdio, a angina de peito e o derrame cerebral, respondem por 30% de todas as mortes no Brasil. Para efeito de comparação, morreram no Brasil 308.000 pessoas por causa cardiovascular no ano de 2014, frente a um número de um pouco mais de 59.600, que foram assassinadas nesta mesma época.

Em diversos trechos da Bíblia, Deus exorta o homem ao cuidado para com a sua saúde. Na primeira epístola de Paulo aos Coríntios, nos versículos 19 e 20 do capítulo 6, o apóstolo faz a seguinte admoestação: “Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês”. Em tempos passados, o maior cuidado com este templo se fazia com cuidados higiênicos, saneamento básico, tratamentos com antibióticos e vermífugos. Hoje, deparamos com outras morbidades, e a prevenção passa por exercício físico, dieta saudável e cessação de hábitos nocivos, tais como o tabagismo e etilismo.

A hipertensão arterial, o diabetes melittus, a dislipidemia – colesterol alto, o sedentarismo, o tabagismo e a baixa ingesta de frutas e verduras, constituem os maiores flagelos da humanidade na atualidade. Segundo um estudo realizado por um médico indiano, Dr. Salim Yusuf, através de uma avaliação de milhares de pessoas nos cinco continentes, ele provou que estes fatores de risco são responsáveis por 88% da mortalidade em todo planeta.

Salomão nos ensina no versículo 16 do capítulo 14 de Provérbios, que o sábio teme e desvia-se do mal e este conceito deve servir de princípio para a conservação da saúde. Todo o esforço é necessário para tentar manter a pressão arterial em torno de 120/80 mmHg, a glicemia abaixo de 100 mg/dl, o colesterol menor que 200 mg/dl, o mau colesterol – LDL – para menos de 100 mg/dl, o triglicerídeo na faixa de 150 mg/dl.

Não há segredo para atingir essas metas, e o médico é um importante aliado. O tratamento baseia-se em um tripé com dieta, atividade física e medicações. Por comodidade, o ser humano acaba querendo resolver seus desvios nos hábitos de vida com comprimidos. Considera-se mais fácil colocar um remédio na boca para corrigir o açúcar alto, a gordura elevada e a pressão fora dos limites. Ele é importante, mas não o suficiente, pois para alcançar a plenitude na saúde, é essencial se exercitar com regularidade, cerca de cinco vezes por semana, por 40 minutos a 1 hora por dia, alimentar-se abundantemente de frutas e verduras, evitar excessos de carne vermelha, leite integral e seus derivados, frituras, alimentos enlatados e embutidos. A sabedoria popular diz que quanto mais alimentos naturais e de origem vegetal o homem ingerir, mais anos de qualidade ele trará para sua própria vida.

E, afinal, isto cumpre um dos mais importantes mandamentos do nosso Senhor, que é o de amá-Lo sobre todas as coisas, e ao próximo como a si mesmo. De fato, o indivíduo somente prova este argumento se ele converge os seus esforços para construir um corpo são, uma mente sã e um espírito santo. Portanto, seja diligente com a sua saúde!

Doenças cardiovasculares: como prevenir

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2020 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo