Revista Renascer

Novembro Azul
Saúde

Prevenção e saúde do homem: Novembro Azul

Cada vez mais pesquisas comprovam que a saúde, mais do que genética, é consequência das escolhas e hábitos de vida. Hábitos saudáveis e acompanhamento de saúde preventivo são o caminho para o envelhecimento com qualidade de vida. No entanto, os homens costumam dar menos atenção à saúde e realizam menos consultas médicas.

Um levantamento do Centro de Referência em Saúde do Homem de São Paulo, mostra que 70% das pessoas do sexo masculino que procuram um consultório médico tiveram a influência da mulher ou de filhos. O estudo também revela que mais da metade desses pacientes adiaram a ida ao médico e já chegaram com doenças em estágio avançado.

Os homens brasileiros vivem em média 7,2 anos a menos que as mulheres. Por isso, em 2009, o Ministério da Saúde implementou a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem.

Os homens de 50 anos ou mais, com ou sem sintomas de problemas na próstata, como dificuldade para urinar, jato urinário fraco, reduzido ou interrompido, dificuldade para iniciar ou parar o fluxo urinário, necessidade de urinar mais vezes (principalmente à noite), urgência para urinar, sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, devem ir ao médico para investigar o problema. É possível também que outras doenças, como uma infecção urinária esteja causando os sintomas.

Novembro Azul é um movimento mundial que acontece durante o mês de novembro para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres.

Para aqueles com história familiar de câncer de próstata (pai ou irmão), da raça negra ou com obesidade significativa, a recomendação é consultar um urologista a partir de 45 anos, segundo as diretrizes da Sociedade Brasileira de Urologia. Outros cuidados, como autoexame de testículos e pênis, são importantes.

Portanto, é fundamental que os homens estejam atentos a sua saúde e sinais do organismo para observarem qualquer alteração e sintomas, e não hesitem em procurar um médico para esclarecer dúvidas e realizar exame anual de prevenção.

Acesse meu site! heliofinotti.com.br

Prevenção e saúde do homem: Novembro Azul

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2019 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo