Revista Renascer

déficit de atenção
Saúde

Déficit de atenção

Na prática clínica observamos casos de pacientes adultos em sofrimento por apresentarem os sintomas de desatenção e terem dificuldades na área profissional, familiar e social. Recebemos pais em busca de suporte para evitar o atraso no desempenho escolar e social da criança, sendo encaminhado muitas vezes pela escola. Todos estão à procura de tratamento, tendo como objetivo modificações funcionais e melhoria em sua qualidade de vida. O Déficit de Atenção é um sofrimento singular e que acomete todas as classes sociais.

O Transtorno do Déficit de Atenção pode se apresentar com e sem Hiperatividade e para ser diagnosticado é necessário a avaliação médica de um neuropediatra, neurologista ou psiquiatra.

Outros profissionais como fonoaudiólogos, pedagogos, psicopedagogos, psicólogos e a escola tem um papel fundamental nas intervenções.

O Déficit de Atenção é um transtorno neurobiológico de causas genéticas que se manifesta na infância e geralmente acompanha o indivíduo por toda sua vida. É importante ressaltar que as intervenções são diferenciadas para as crianças com desenvolvimento típico ou atípico.

O transtorno do déficit de atenção se caracteriza por dificuldade de manter as coisas organizadas, dificuldade em gerir os sentimentos, hiperatividade ou inquietação, dificuldades de lidar com horários, dificuldade de concentração, esquecimentos constantes, manter o hiperfoco, estresse e pessimismo.

A família deve adquirir conhecimento sobre o transtorno, compreender as dificuldades que as crianças portadoras apresentam pela presença do distúrbio e desenvolver estratégias para o sucesso de seus filhos, fazendo as intervenções necessárias com a orientação dos profissionais envolvidos. Ainda existe o preconceito em relação às intervenções medicamentosas, mas é necessário avaliar os prejuízos sócio educacionais para a criança.

A orientação aos pais visa facilitar o enfrentamento das dificuldades da criança no ambiente familiar e para melhorar o desempenho nas tarefas. As técnicas para manejo dos sintomas devem ser utilizadas a fim de otimizar o desempenho e minimizar os prejuízos no desenvolvimento da criança.

A escola tem papel importante a fim de evitar o desinteresse pelos estudos e, consequentemente, o atraso na aprendizagem.

Déficit de atenção

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Igreja Batista Renascer.
Telefone: (62) 3202- 4968

2020 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo